Usuport busca reverter custos logísticos gerados pela greve de caminhoneiros no Porto de Salvador

01 de abril de 2021 às 10:04

Usuport busca reverter custos logísticos gerados pela greve de caminhoneiros no Porto de Salvador

Associação trabalhou para minimizar os impactos durante a paralisação

A Usuport está atenta a reverter possíveis custos adicionais com armazenagem e demurrage decorrentes da paralisação dos caminhoneiros que afetou o Porto de Salvador na última semana. Durante o movimento, a Associação atuou de forma a minimizar os impactos, reunindo os sócios em assembleia extraordinária e encaminhando comunicações ao Tecon Salvador e à Alfândega da Receita Federal, solicitando a suspensão da cobrança de armazenagem enquanto a greve estivesse em curso. Também foram notificadas as Secretarias Estaduais de Desenvolvimento Econômico (SDE), para conhecimento e providências, e da Segurança Pública (SSP), no intuito de garantir a circulação e integridade de caminhões e condutores que não aderiram à paralisação.