25 de março de 2021 às 11:11

Nota sobre paralisação de caminhoneiros no Porto de Salvador

-

A Associação de Usuários dos Portos da Bahia - Usuport entende que o movimento grevista de caminhoneiros autônomos instalado desde a última terça-feira (23) prejudica as operações de importação e exportação no Porto de Salvador. Desta forma, reivindica unidade para que as partes representantes das categorias envolvidas cheguem a um consenso através de uma agenda de negociações, viabilizada pelo diálogo com o objetivo de evitar maiores prejuízos para as empresas usuárias e para a economia do Estado, sobretudo neste momento de fragilidade frente à pandemia de Covid-19.

A Usuport reconhece a legitimidade do pleito grevista, porém condena os atos de bloqueio de tráfego, desordem, violência verbal ou física, que comprometam a integridade de motoristas - com seus veículos e cargas - que optam por não aderir ao movimento. Nesse sentido, a Associação informa que acionou a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, solicitando garantias do direito de ir e vir para esses trabalhadores.

No mesmo contexto, também foi notificada a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, uma vez que as consequências deste movimento se traduzem em prejuízos diretos à economia da Bahia. Já ao Tecon Salvador e à Alfândega da Receita Federal, a Usuport solicitou a suspensão da cobrança por serviços de armazenagem até que a paralisação seja, definitivamente, encerrada.

 

Alejandro Tochilovsky
Presidente do Conselho Diretor