Pandemia eleva custo do transporte marítimo a níveis jamais vistos

16 de março de 2021 às 11:00

Pandemia eleva custo do transporte marítimo a níveis jamais vistos

Maersk reportou mais de R$ 2,7 bilhões em lucros em três meses

Em todo o planeta, a pandemia de Covid-19 interrompeu o comércio em um grau extraordinário, elevando o custo do transporte marítimo de mercadorias e adicionando um novo desafio à recuperação econômica global. No centro da tempestade está o contêiner, o carro-chefe da globalização. Reportagem do jornal estadunidense The New York Times, republicada pelo Estadão, define que o vírus desfez a coreografia de mover cargas de um continente para outro. Ao periódico, o chefe da Global Ocean Network da AP Moller-Maersk, a maior empresa de navegação do mundo, disse nunca ter visto nada do gênero. “Todos os elos da cadeia de abastecimento estão esticados. Os navios, os caminhões, os armazéns.”, explicou. No entanto, o caos nos mares rendeu lucros para companhias de navegação. A Maersk citou preços de frete recordes em fevereiro ao reportar mais de US $ 2,7 bilhões em lucros antes dos impostos nos últimos três meses de 2020. Leia a reportagem na íntegra clicando aqui.