JSL adquire TPC por R$288,6 mi

01 de fevereiro de 2021 às 11:04

JSL adquire TPC por R$288,6 mi

As operações portuárias da TPC não foi incluídas nas negociações

O grupo JSL comunicou ao mercado a compra da empresa baiana Pronto Express Logística S.A., conhecida pela sigla TPC. O anúncio foi divulgado no dia 26 de janeiro e o valor final da transação foi de 288,6 milhões. 


A TPC atua na operação de armazéns alfandegados, logística dedicada in house, cross docking e gestão integrada de distribuição. São mais de 850.000m² de armazéns e presença em 24 estados, tendo mais de 5 mil colaboradores. Em 2020, a TPC apresentou receita líquida de R$ 415 milhões, EBITDA de R$ 57,5 milhões, lucro líquido de R$15,4 milhões e um índice de alavancagem de Dívida Líquida/EBTIDA de 1,9 vezes. 


O Grupo JSL argumenta que a transação traz sinergias ao negócio de armazenagem e logística interna da empresa - que  atualmente  opera  cerca  de  140.000 m² de  armazéns -, soma  ao  portfólio novos serviços como as operações dedicadas in house e a distribuição fracionada de encomendas–last mile. Conjuntamente ,as operações de distribuição urbana na última milha da JSL, FADEL e TPC serão responsáveis por 56 mil entregas por dia.


Recentemente o Grupo JSL arrematou os terminais TGS1 e TGS2 do Porto de Aratu, leiloados pelo Ministério da Infraestrutura.  No entanto, o grupo paulista não incluiu as operações portuárias da TPC nas negociações que culminaram na compra da empresa baiana.