Receita faz apreensão histórica de cocaína no Porto de Santos

04 de janeiro de 2021 às 15:31

Receita faz apreensão histórica de cocaína no Porto de Santos

Em 2020, a Receita Federal apreendeu mais de 20,5 toneladas de cocaína, contabilizando 49 apreensões no porto.

Uma apreensão histórica de cerca de três toneladas de cocaína foi realizada pela Receita Federal no porto de Santos (SP), dia 22 de dezembro de 2020. Equipes da alfândega encontraram 2.932 kg da droga escondida em bobinas de alumínio de uma carga de exportação que seguiria para o porto de Roterdã, na Holanda. A apreensão é a maior já realizada pela Receita no local e a primeira a superar duas toneladas em uma só carga. Em 2020, a Receita Federal apreendeu mais de 20,5 toneladas de cocaína no porto de Santos, contabilizando 49 apreensões. Na maior parte dos casos, a droga foi encontrada em contêineres que seriam enviados para a Europa. Em todos os contêineres importados e os exportados destinados à União Europeia é realizada a inspeção não invasiva (escaneamento), a mando da Receita Federal. A Usuport ressalta que os terminais de contêiner cobram ilegalmente uma taxa ao dono da carga para fazer essa inspeção, mas que não configura um serviço ao usuário por ser um ato de natureza pública, uma função de polícia do Estado.