27 de julho de 2020 às 10:39

Alstom e empresa de leasing do Reino Unido firmam parceria para trens a hidrogênio

O investimento significa que o programa chamado de Breeze estará pronto para ser implantado no Reino Unido para atender à necessidade do governo de descarbonizar a indústria ferroviária.

A Eversholt Rail e a Alstom anunciam nesta semana um plano para acelerar a indústria de trens de hidrogênio no Reino Unido, com um investimento adicional de £ 1 milhão de libras em composições britânicas de hidrogênio, criando uma classe inteiramente nova de comboios.

O investimento significa que o programa chamado de Breeze estará pronto para ser implantado no Reino Unido para atender à necessidade do governo de descarbonizar a indústria ferroviária.

Os trens Breeze serão construídos no Widnes Transport Technology Center da Alstom, que está rapidamente se tornando o principal centro de modernização deste tipo de veículo do Reino Unido. Widnes também se tornará o centro de excelência mundial da Alstom para conversão de hidrogênio quando este projeto estiver em produção em série. A única emissão de um trem de hidrogênio é a água, ou seja, não produz partículas nocivas ou emissões gasosas.

De acordo com a fabricante, este tipo de material rodante é ideal para serviços ferroviários regionais em rotas que atualmente não são eletrificadas.

“Está na hora de iniciar a revolução do hidrogênio no Reino Unido. Com o governo procurando investir em tecnologias verdes, a Alstom e a Eversholt Rail aprofundaram nosso já amplo compromisso com essa tecnologia de criação de empregos com um investimento adicional de um milhão de libras”, disse Nick Crossfield, diretor administrativo da Alstom no Reino Unido e Irlanda.

Fonte: Trolebus