15 de junho de 2020 às 07:06

Movimentação de cargas aumenta 13% em maio, diz AT&M

Foram averbados (registros de cada movimentação de carga), 57 milhões de documentos

De acordo com a AT&M Tecnologia, em maio foram registradas R$482 bilhões em movimentação de cargas em todo o país. Dessa forma, estabelecendo um aumento de 13% em relação a abril, quando foram contabilizados R$430 bilhões. A empresa possui mais de 90% do mercado de seguros de transporte de cargas, com mais de 26 mil transportadoras e embarcadores.

Foram averbados (registros de cada movimentação de carga), 57 milhões de documentos. Portanto, 34%a mais  em relação a abril quando foram averbados 45 milhões de pedidos de transporte.

No entanto, na comparação com o mesmo mês de 2019, a queda no valor total das cargas movimentadas no país foi de 6%. Na ocasião, foram contabilizados R$516 bilhões. Ao mesmo tempo, o volume de documentos averbados (registro de cada movimentação de carga) obteve aumento de 9% na em relação a maio de 2019. Esse balanço mensal é desenvolvido a partir de notas fiscais e dos documentos eletrônicos de Conhecimentos de Transportes (CT-es).

Setores

Segundo sócio fundador da AT&M, Vagner Toledo, no mês de maio, os setores da economia responsáveis pelo aumento da quantidade de transportes realizados e dos valores de cargas movimentadas são: e-commerce, agronegócio, medicamentos, produtos de higiene e perfumaria e supermercados.  De acordo com o executivo, o setor automotivo e a indústria no geral (bens duráveis/máquinas) tiveram fortes quedas em suas demandas. Entretanto,  o consumo de itens básicos tornaram-se prioridades para as famílias.

Fonte: Frotas & Cia