Usuport defende atuação mais efetiva da Antaq

16 de junho de 2020 às 05:07

Usuport defende atuação mais efetiva da Antaq

Tarifas abusivas e serviços não regulados são empecilhos à competitividade do Brasil.

Durante reunião por videoconferência com a diretoria da Antaq, no último dia 2, juntamente com oito representantes de entidades dos usuários dos portos, a Usuport defendeu uma atuação mais efetiva da agência no que se refere ao valor abusivo de algumas taxas que vêm sendo cobradas nos terminais, exigindo ainda a prestação de um serviço adequado dentro dos padrões de regularidade, eficiência, segurança, atualidade, pontualidade e modicidade.

Os usuários ressaltaram, ainda, que o Brasil não é competitivo no comércio internacional em virtude da pratica de tarifas abusivas, serviços não regulados, inspeção não invasiva, abuso de poder dominante, criação de novas taxas.

"Para enfrentar os efeitos da pandemia é imprescindível gerar empregos e produzir mais, além de melhorar o ambiente nos portos, onde há um descompasso entre usuários, terminais e armadores. Queremos que os terminais sejam facilitadores do transporte de cargas”, destacou o diretor-executivo da Usuport, Paulo Villa.

Pela Antaq, participaram os diretores Francisval Mendes, Adalberto Tokarski e Gabriela Costa.