02 de dezembro de 2019 às 12:07

THC varia de US$135 a US$315 nos principais portos do país

O Porto de Salvador apresenta valores em torno de US$250,00, conforme dados da Usuport.

THC varia de US$135 a US$315 nos principais portos do país

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) divulgou uma pesquisa em que apresenta as diferenças de valores para o THC (Terminal Handling Charge) dos principais portos do Brasil. Santos apresentou variação de valor de US$ 164 a US$ 212 por contêiner de 20 pés, ficando em 3°lugar entre os portos pesquisados. No Porto de Itapoá (SC), os valores do THC variaram de US$ 135 a US$ 180; em Pecém (CE), de US$ 155 a US$ 195 por contêiner; e em Rio Grande (RS), de US$ 199 a US$ 236. O maior custo foi verificado no Porto de Suape (PE), onde o pagamento pelo serviço de movimentação de contêineres entre o costado do terminal e seu gate (portão) varia de US$ 283 até US$ 315. O Porto de Salvador que não foi pesquisado pela Antaq apresenta valores em torno de US$250,00, conforme dados da Usuport.