18 de novembro de 2019 às 07:02

Falhas logísticas custam mais de R$ 2 bilhões ao agronegócio

Anualmente, 2,4 milhões de toneladas de soja e milho são perdidas entre a lavoura e os portos.

Falhas logísticas custam mais de R$ 2 bilhões ao agronegócio

Falhas no armazenamento e no transporte chegam a ultrapassar um prejuízo de mais de R$ 2 bilhões ao agronegócio todo ano. Anualmente, 2,4 milhões de toneladas de soja e milho são perdidas entre a lavoura e os portos de embarque para exportação. Os dados fazem parte de uma pesquisa realizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Em 2017, escoar uma tonelada de grãos custou U$ 90 no Brasil, U$ 43 na Argentina e U$ 26 nos Estados Unidos, segundo dados da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec). As más condições das rodovias, a insuficiente rede ferroviária e a praticamente inexistente malha de vias de água encarecem o transporte. Apenas 41% das rodovias estão em condições boas ou ótimas no país, de acordo com a Confederação Nacional do Transporte (CNT). Na média nacional, a grande maioria (59%) é avaliada como regular, ruim ou péssima.