07 de agosto de 2019 às 16:26

Portos da Bahia batem recorde histórico de faturamento em julho: R$ 15,6 milhões

Em 2018, durante todo ano, foram movimentadas pelos três portos baianos (Salvador, Ilhéus, Aratu) 36,3 milhões de toneladas, as quais geraram R$ 140 milhões em receitas operacionais.

Os portos administrados pela Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) registraram um novo recorde nas receitas de movimentação de cargas. A receita tarifária das operações realizadas nos Portos de Salvador, Aratu/Candeias e Ilhéus, atingiu valores históricos no mês de julho de 2019, superando os maiores registrados pela companhia.

A Codeba registrou em julho o recorde absoluto de faturamento, atingindo a marca de R$ 15,6 milhões, aumento de 40,42% em relação ao mês anterior, e superando ao recorde já registrado no mês de janeiro deste ano quando totalizou R$ 14,3 milhões.

“A eficiência dos portos baianos em atender e dar condições técnicas e administrativas, aliadas à produtividade dos operadores, bem como as medidas de gestão aplicadas pela Diretoria Executiva, possibilitaram este recorde histórico no faturamento do mês de julho”, afirma o diretor-presidente da companhia, José Alfredo de Albuquerque e Silva.

Em 2018, durante todo ano, foram movimentadas pelos três portos baianos (Salvador, Ilhéus, Aratu) 36,3 milhões de toneladas, as quais geraram R$ 140 milhões em receitas operacionais.

Neste ano, os portos baianos já movimentaram 16,7 milhões de toneladas. Os produtos mais movimentados em julho de 2019 foram fertilizantes, nafta, e granéis líquidos e gasosos. Já em termos financeiros, a maior parte da receita refere-se à movimentação de contêineres e carga geral.

Fonte: Jornal da Mídia