Caso não consiga ler este email, por favor clique aqui

Usuport nº 311   
 
01 de Set de 2017  

Aeroporto de Ilhéus será privatizado

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil transferiu a gestão do Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus (BA), para o governo do estado da Bahia, que vai iniciar o processo de concessão do terminal à iniciativa privada. Construído na década de 30, é um dos mais antigos aeroportos do estado e o terceiro maior em número de passageiros. No primeiro semestre deste ano, movimentou cerca de 300 mil passageiros e 690 toneladas de cargas. São estimados investimentos, por parte do futuro concessionário, de R$ 100 milhões ao longo dos 30 anos de contrato. Nos cinco primeiros anos, estão previstos R$ 30 milhões para ampliação do terminal de passageiros, estacionamento de veículos, restauração do pavimento da pista de pouso/decolagem, pátios, taxiways e vias de serviço e a reforma e ampliação da seção de combate a incêndio.

 
  Governo anuncia 57 projetos de privatização  
 

O governo federal anunciou um pacote de 57 projetos que serão incluídos no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) para serem colocados à venda ou concedidos ao setor privado, com a expectativa de gerar investimentos privados de pelo menos R$ 44 bilhões. Além da privatização da Eletrobras, estão na lista 14 aeroportos, 15 terminais portuários, rodovias, onze blocos de linhas de transmissão de energia elétrica, empresas públicas, como Casa da Moeda, Companhias Docas do Espírito Santo, Casemg e Ceasaminas. A maioria dos leilões ficará para o segundo semestre de 2018. Os congestionados portos da Bahia ainda não entraram no plano do governo. Confira aqui a matéria com balanço do programa, mapa de concessões e cronograma de projetos.

 
  Terminal de contêiner será vendido para empresa chinesa  
 

A estatal China Merchants deve assinar o contrato de compra do Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), nos próximos dias. As negociações com o fundo americano Advent, que controla o ativo, estão praticamente concluídas. O TCP foi colocado à venda no ano passado. A fatia do Advent, que tem 50% do Terminal, é estimada em cerca de US$ 1 bilhão. Hoje, o TCP é o terceiro maior terminal de contêineres do País, atrás apenas de Santos Brasil e Brasil Terminal Portuário (BTP), ambos no Porto de Santos (SP).

 
  Cade considera "complexa" compra da Hamburg Sud pela Maersk  
 

A superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) declarou "complexa" a aquisição da alemã Hamburg Süd pela dinamarquesa Maersk Line, segundo publicação no Diário Oficial da União de 22 de agosto. A autarquia exige a realização de diligências para aprofundar a investigação sobre as condições de rivalidade nos mercados afetados pela operação, bem como informa que poderá prorrogar posteriormente o prazo de análise, se julgar necessário.

 
  FMM vai disponibilizar R$ 1,6 bilhão para indústria naval  
 

O Conselho Diretor do Fundo de Marinha Mercante, do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação, aprovou o montante de R$ 1,6 bilhão do Fundo de Marinha Mercante (FMM) para financiamento de projetos da indústria naval no país.

 
  Ferrovia Oeste-Leste está na lista de acordos com chineses  
 

Na agenda do presidente Michel Temer em viagem à China, esta semana, está prevista a assinatura de um memorando de entendimento entre empresas chinesas e o governo da Bahia para tocar a Ferrovia Oeste-Leste (BA). Apesar de não ser um compromisso de investimento, o documento reflete o interesse das partes envolvidas no negócio. Os chineses querem participar da construção da linha, que atravessa a Bahia, e do porto nas proximidades de Ilhéus (BA). Têm interesse também na exploração de minério de ferro na região de Caetité (BA), que será atendida pela ferrovia.

 
  Na Bahia a maior ponte ferroviária da América Latina  
 

A Valec está construindo a maior ponte ferroviária da América Latina, com 2,9 km de extensão, que integra o projeto da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol). O empreendimento, que começou em dezembro de 2014, compreende 82 pilares verticais, sendo o maior deles de 18 metros de altura, que atravessa o leito do Rio São Francisco, entre os municípios baianos de Serra do Ramalho e Bom Jesus da Lapa. Todo o projeto foi pensado de forma a não intervir no curso natural do rio, motivo pelo qual não está sendo usada nenhuma técnica de barragem ou ensecadeira (espécie de proteção à prova d’agua). A previsão é que a ponte fique pronta em 2018. Assista ao vídeo clicando aqui.

 
  China possui os trens mais rápidos do mundo  
 

A frota de trens de alta velocidade da China se tornará, mais uma vez, a mais rápida do mundo. Até 21 de setembro, sete dos trens-bala serão autorizados a correr a cerca de 350 km/h, diminuindo em cerca de uma hora o tempo de viagem entre Pequim e Xangai. Todas as composições foram equipadas com um sistema de monitoramento melhorado, que irá diminuir a velocidade e parar os trens automaticamente em caso de emergência. Em 20111, falhas nesses trens deixaram 40 pessoas mortas.

 
  Roubo de cargas totaliza prejuízo R$ 1,360 bilhões  
 

Segundo a Associação Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas e Logística (NTC&Logística), em 2016 foram registrados 24.563 casos de roubo de cargas no Brasil, totalizando um prejuízo de R$ 1,360 bilhões, o que representa um aumento de 27,5% e 21,4% com relação à 2015, respectivamente. Os estados do Rio de Janeiro e São Paulo, juntos, somam 80,66% das ocorrências. Na terceira posição aparece o Nordeste (5,58%), seguido pelo Sul (5,54%), Centro-Oeste (3,24%) e Norte (0,96%).

 
  Seis municípios baianos recebem ISS da Viabahia  
 

A Viabahia Concessionária de Rodovias S/A repassou para seis  municípios baianos situados ao longo da BR-116 mais de R$ 2 milhões em Imposto Sobre Serviço (ISS) somente no primeiro semestre de 2017. A destinação dos recursos é de responsabilidade de cada administração local, que pode ser aplicado em saúde, educação ou segurança pública, por exemplo. Os municípios beneficiados foram: Antônio Cardoso, Feira de Santana, Itatim, Rafael Jambeiro, Santa Terezinha e Santo Estevão.

 
  Decreto mantém alíquota de dedução aos exportadores  
 

Decreto do Governo federal publicado dia 30 de agosto, no Diário Oficial da União, manteve em 2% a alíquota de dedução do Reintegra para os exportadores brasileiros. Estava previsto um aumento de benefício de dedução de tributos de 2% para 3% em 2018, mas foi vetado pela equipe econômica do governo “para evitar um aumento maior na meta de déficit fiscal”

 
 

 

 
Avenida da França, 164 - s/ 309, 40010-000 - Salvador - Bahia   Telefax:(71) 3241-7337 usuport@usuport.org.br
www.usuport.org.br
Não responda este e-mail. Qualquer dúvida entre em contato conosco através de nosso website.