03 de julho de 2018 às 01:06

Investimentos em portos são insuficientes

Portos brasileiros atingiram o patamar mais baixo de investimentos em 14 anos. Em 2017, foram investidos apenas R$ 175 milhões de um total previsto de R$ 660 milhões.

Investimentos em portos são insuficientes

Segundo estudo realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que leva em conta os investimentos aplicados nas Companhias das Docas, o investimento nos portos brasileiros atingiu o patamar mais baixo em 14 anos. Em 2017, foram investidos apenas R$ 175 milhões de um total previsto de R$ 660 milhões. Os dados integram um documento elaborado pela entidade com 43 temas, que será entregue para os candidatos a presidente. “Há uma incapacidade gerencial e normalmente as docas estão embaixo de um apadrinhamento político”, afirma o gerente de Infraestrutura da CNI, Wagner Cardoso. "Nos portos públicos, o atraso tecnológico é de no mínimo 15 anos quando comparado com outros países. A tecnologia nos grandes portos é um dos fatores importantes para a competitividade porque aumenta a eficiência e reduz a burocracia", diz Paulo Resende,professor da Fundação Dom Cabral Paulo Resende. Na avaliação da CNI, a solução para a Companhia das Docas é a privatização.

Fonte: Ascom/Usuport