08 de maio de 2018 às 08:42

Canal do Panamá aumenta limites de porta-contêineres para impulsionar o comércio entre a Ásia e os EUA

De acordo a consultoria Alphaliner, a capacidade total da rota deve aumentar em 10%, até julho, com base no incremento nominal de embarcações.

A Autoridade do Canal do Panamá (ACP) anunciou que a partir de 1º de junho permitirá o trânsito de porta-contêineres pós-panamax com um raio de 51,25 metros, acima dos atuais 49 metros.

De acordo a consultoria Alphaliner, a capacidade total da rota deve aumentar em 10%, até julho, com base no incremento nominal de embarcações. O aumento de capacidade na rota leste-leste da costa leste dos EUA, planejada para este verão, será distribuída quase uniformemente em cada uma das principais companhias.

A Ocean Alliance desde 1º de maio está expandindo para 13 mil a 14,4 mil TEUs os navios de duas das suas sete linhas. As duas linhas contarão com panamax de 19 fileiras que trafegarão via Canal do Panamá.

O tamanho médio das embarcações no comércio do Extremo Oriente-USEC aumentou significativamente desde 2016. O impacto das novas e maiores eclusas do canal levou a média dos navios a passar dos 4,6 mil TEUS no início de 2016 para 8,3 mil TEUS em julho de 2018, comentou a Alphaliner.

Fonte: Portos e Navios