04 de dezembro de 2017 às 10:28

Empresa chinesa tem interesse na Ferrovia Oeste-Leste

-

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, a CRCC (China Railway Construction Corporation), uma das maiores empresas ferroviárias do mundo, estuda liderar um consórcio para construir a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e integrá-la ao porto de Ilhéus (BA), que atualmente tem um pequeno trecho em operação. A intenção dos chineses é escoar soja (segundo principal produto que eles compram no país, atrás do minério de ferro) do Centro-Oeste até o porto baiano, além de criar alternativas ao canal do Panamá, obra bancada pelos Estados Unidos no século passado. Para criar essa alternativa, a Fiol terá cerca de 1.500 quilômetros e deverá ser interligada com a Ferrovia Norte-Sul.