16 de novembro de 2017 às 20:00

Comércio exterior baiano tem crescimento de 12% no ano

Portos baianos movimentaram cerca de 2,1 milhões de toneladas em outubro

Outubro (2017) – Setembro (2017):

Em outubro, o comércio exterior baiano registrou um crescimento de 35% em relação ao mês anterior, ao movimentar cerca de 2,1 milhões de toneladas contra 1,6 milhões em setembro.

Do total de 2,1 milhões de toneladas movimentadas, aproximadamente 1,2 milhões de toneladas corresponderam às importações, com um crescimento de 86% em relação ao período anterior – puxado pela importação de 538 mil toneladas de naftas para petroquímica – e 963 mil toneladas corresponderam às exportações, que cresceram 1% em relação ao mês anterior.

No mês, a movimentação de cargas soltas e/ou granéis cresceu 30% e das 1,9 milhões de toneladas movimentadas, 10% foram movimentadas por portos ou terminais de uso privativo de outros estados, somando quase 196 mil toneladas. Já o volume de cargas conteinerizadas movimentadas fora do estado atingiu o percentual de 47%, um montante de aproximadamente 70 mil toneladas.

Outubro (2017) – Outubro (2016):

Comparando o mês de outubro de 2017 com o do ano anterior, o comércio exterior baiano aumentou em 63%. As cargas soltas e em granéis cresceram 74% e as cargas conteinerizadas aumentaram em 8%. As importações aumentaram de 483 mil toneladas para aproximadamente 1,2 milhões (141%), enquanto as exportações aumentaram de 821 mil para 963 mil toneladas (17%).

No Ano:

Ao se comparar o acumulado do ano corrente com o do ano de 2016, o resultado mostra que houve um crescimento de 12% na movimentação de cargas, com uma movimentação em 2017 de 18,1 milhões de toneladas. A movimentação de cargas soltas e em granéis cresceu 14% e a de cargas conteinerizadas teve queda de 3%. As exportações subiram 15%, atingindo aproximadamente 10 milhões de toneladas. Já as importações registraram um crescimento de 8%, figurando em cerca de 8,2 milhões de toneladas.

Quanto ao tipo de carga, aproximadamente 16,2 milhões de toneladas foram cargas soltas ou a granéis, enquanto 2 milhões foram cargas conteinerizadas. Ademais, das 16,2 milhões de toneladas de cargas soltas e granéis movimentadas, cerca de 2,4 milhões foram movimentadas pelos portos de outros estados, o que representa uma parcela de 15%. Já das 1,7 milhões de toneladas de cargas conteinerizadas, 560 mil toneladas foram movimentadas por portos fora da Bahia, e o seu percentual atinge 29% do total movimentado até então.

Cargas do comércio exterior baiano - via marítima
 (em 1.000 toneladas)

Comparação mensal

Out.2017

Set.2017

Variação

TOTAL

2.129

1.575

35%

Portos da Bahia

1.863

1.226

52%

Portos de outros Estados

266

349

-24%

Fluxo:

 

 

 

Importação

1.166

623

87%

Exportação

963

951

1%

Tipo:

 

 

 

Soltas e granéis

1.908

1.360

40%

Portos da Bahia

1.712

1.076

59%

Portos de outros Estados

196

284

-31%

Conteinerizadas

221

215

3%

Portos da Bahia

151

150

0%

Portos de outros Estados

70

65

9%

Comparação mensal

Out.2017

Out.2016

Variação

TOTAL

2.129

1.304

63%

Fluxo:

 

 

 

Importação

1.166

483

141%

Exportação

963

821

17%

Tipo:

 

 

 

Soltas e granéis

1.908

1.099

74%

Conteinerizadas

221

205

8%

Comparação anual

Jan-Out.2017

Jan-Out.2016

Variação

(Acumulado)

 

 

 

TOTAL

          18.121

          16.187

12%

Fluxo:

 

 

 

Importação

            8.154

            7.527

8%

Exportação

            9.968

            8.659

15%

Tipo:

 

 

 

Soltas e granéis

          16.162

          14.164

14%

Portos da Bahia

          13.689

          11.708

17%

Portos de outros Estados

            2.473

            2.456

1%

Conteinerizadas

            1.960

            2.023

-3%

Portos da Bahia

            1.399

            1.390

1%

Portos de outros Estados

               560

               633

-11%

 

Fonte: Secex/Mdic

 

 

Fonte: Usuport