13 de setembro de 2017 às 16:09

Salvador deve perder para Fortaleza hub da Air France

A vitória de Fortaleza começou a se desenhar no início do mês, quando o governo do Ceará garantiu R$ 10 milhões para a Air France promover, nos próximos cinco anos, os voos internacionais que serão operados a partir do hub

A Air France-KLM está prestes a anunciar a derrota do aeroporto de Salvador para o de Fortaleza na disputa pelo hub que a companhia europeia vai instalar no Nordeste em parceria com a Gol. Embora a empresa ainda não tenha divulgado a decisão oficialmente, o que deve ocorrer até o fim de semana, a vitória de Fortaleza começou a se desenhar no início do mês, quando o governo do Ceará garantiu R$ 10 milhões para a Air France promover, nos próximos cinco anos, os voos internacionais que serão operados a partir do hub. O valor é quase o dobro da oferta apresentada antes pela Bahia. Ontem, a especulação ganhou força com as declarações feitas à imprensa pela cônsul da França na capital cearense, Fernanda Jansen, que revelou a criação de uma linha para Paris, com início previsto para dezembro em Fortaleza.

Pé atrás
A preferência da Air France pelos cearenses tem origem ainda em antigas arestas com governo do estado. Aos interlocutores no Brasil, a companhia não deixou claro quais seriam elas. Só que surgiram na gestão Jaques Wagner (PT).

Cartada final
Apesar dos sinais que apontam o revés do aeroporto baiano, o secretário de Turismo e Cultura de Salvador, Cláudio Tinoco, vai jogar suas últimas cartas para tentar atrair os franceses. Uma delas é o projeto de lei que concede incentivos fiscais sobre operações de hub, cuja votação pela Câmara de Vereadores está prevista para hoje. A outra é a interferência direta do prefeito ACM Neto (DEM) junto ao comando da Gol. No entanto, Tinoco sabe que as chances são pequenas.

Fonte: Coluna Satélite / Correio*