11 de agosto de 2017 às 12:11

Wilson Sons publica inventário de emissões de gases 2016

Foram emitidas no ano passado, por todas as empresas da companhia, 61.600 toneladas de CO2e, ante 62.827 toneladas de CO2e em 2015

O Grupo Wilson Sons publica pela quarta vez o inventário de emissões de gases de efeito estufa (GEE), seguindo a metodologia do programa brasileiro do GHG Protocol. O documento, relativo às operações da companhia em 2016, será apresentado nesta quinta-feira (10/8). Neste ciclo, 142 empresas participaram da iniciativa.

Em 2016, em relação ao ano anterior, foi registrada redução de 4.500 toneladas na emissão de dióxido de carbono equivalente (CO2e), unidade padrão das emissões de gases de efeito estufa. Foram emitidas no ano passado, por todas as empresas da companhia, 61.600 toneladas de CO2e, ante 62.827 toneladas de CO2e em 2015.

A Wilson Sons é qualificada como Selo Prata, certificação concedida aos membros que reportam as emissões de todas as suas fontes. O inventário abrange, inclusive, as empresas em que o Grupo possui participação societária – como a Allink e o consórcio da Baía de São Marcos. 

“O Grupo está entre os primeiros do setor naval e portuário no Brasil a adotar a metodologia e a publicar seu próprio inventário. Essa prática estimula cada vez mais o relato transparente de nossas informações”, afirmou o gerente corporativo de Saúde, Meio Ambiente, Segurança e Sustentabilidade da Wilson Sons, João David Santos. 

Entre as ações realizadas, com impacto na redução de emissão de gases, estão a modernização das embarcações de apoio marítimo, com substituição dos sistemas de propulsão convencionais por a diesel-elétrico; a aquisição de RTGs elétricos (Rubber Tyred Gantries ou guindastes de pátio sobre pneus) nos terminais de contêineres; além da estruturação da Central de Operações de Rebocadores (COR), que possibilita a redução do consumo de combustível, com melhor planejamento do deslocamento das embarcações.

Sistema de Comércio de Emissões (EPC) – Representado pelas emissões de seus terminais de contêineres e Rebocadores, o Grupo Wilson Sons é membro do Sistema de Comércio de Emissões (EPC) para simulação de comércio de emissões de gases de efeito estufa. A iniciativa, pioneira no Brasil, é promovida pela Plataforma Empresas pelo Clima em parceria com a Bolsa de Valores do Rio de Janeiro (BVRio).

Ao simular a conciliação das emissões reais do Inventário de GEE, o Grupo contribui para elaboração de políticas públicas no âmbito das mudanças climáticas. No ciclo 2016, 99% das emissões de GEE foram conciliadas na simulação do programa.

Fonte: Portos e Navios