09 de agosto de 2017 às 08:51

Exportações da China crescem 7,2% em julho, quinta alta consecutiva

Uma pesquisa feita pelo “The Wall Street Journal” junto a economistas previa que o total das remessas no exterior cresceria 10,5%.

As exportações da China cresceram pelo quinto mês consecutivo em julho, mas a um ritmo mais lento, sugerindo um possível enfraquecimento da demanda externa por bens da segunda maior economia do mundo.

As exportações, em dólares, aumentaram 7,2% em julho em relação ao mesmo mês do ano anterior, após crescimento de 11,3% em junho, informou a Administração Geral de Alfândegas nesta terça-feira.

Uma pesquisa feita pelo “The Wall Street Journal” junto a economistas previa que o total das remessas no exterior cresceria 10,5%.

As importações em julho cresceram 11,0% em relação a igual mês do ano anterior, em comparação com uma expansão de 17,2% em junho, na mesma base de comparação. O aumento foi menor que a previsão dos economistas consultados, de um ganho de 16,4%.

O superávit comercial da China em julho aumentou para US$ 46,74 bilhões, de US$ 42,77 bilhões no mês anterior, em grande parte correspondendo à mediana da previsão, de superávit de US$ 46,4 bilhões.

Yuan

Em yuan, as exportações chinesas cresceram 11,2% em julho em termos anuais, após um ganho de 17,3% em junho, também mostram os dados oficiais.

As importações em julho expandiram 14,7% em termos de yuan em relação ao ano anterior, em comparação com um aumento de 23,1% em junho.

O superávit comercial do país em julho aumentou para 321,2 bilhões de yuan (US$ 47,8 bilhões) ante um superávit de 294,3 bilhões de yuan em junho.

Fonte: Valor Econômico