01 de agosto de 2017 às 10:20

Obras do quebra-mar do Porto de Salvador estão paradas

-

As obras de prolongamento do quebra-mar do Porto de Salvador estão paralisadas, após o Tribunal de Contas da União, em decisão liminar, determinar a suspensão dos pagamentos ao consórcio Equipav/Iva, por entender que “há um suposto custo a mais de R$ 22 milhões”. A Companhia das Docas do Estado da Bahia também apontou a existência de superfaturamento e abandono das obras pelo consórcio e rescindiu o contrato de R$ 79,6 milhões. A Codeba informou que está analisando a conveniência e oportunidade de lançar nova licitação, tendo em vista que a obra do quebra-mar é fundamental para o projeto de ampliação do terminal de contêineres. O futuro cais será construído pela iniciativa privada, com 543 metros de extensão e 24 metros de largura, a partir da extremidade do Cais de Água de Meninos