01 de agosto de 2017 às 10:17

Camex adia fim de acordo marítimo com o Chile

-

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) adiou para 2020 o rompimento do acordo de frete marítimo firmado com o Chile desde 1974, que praticamente criou um duopólio na rota entre os dois países. A Camex decidiu pelo rompimento em 2020, quando termina a vigência do atual contrato, renovado em 2015. A Confederação Nacional da Indústria (CNI), que defende o rompimento há anos, afirmou, em nota, que o setor privado não encontra nenhuma justificativa “plausível” para a decisão.